II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA

Veja como foi a II Audição do Infomuc
Aconteceu no dia 08 de dezembro aqui no nosso auditório a II Audição para Alunos do INFOMUC. O evento contou com mais de vinte apresentações entre alunos e professores e foi um sucesso: Mais de 200 pessoas estiveram no local assistindo e aplaudindo nossos alunos. A audição teve como objetivo mostrar aos amigos e familiares, tudo que os alunos aprenderam em seus respectivos cursos. 


Estilo e diversidade

O que marcou a nossa tarde foi a diversidade de ritmos e estilos. Os alunos apresentaram canções que variavam do clássico ao contemporâneo, das canções infantis aos cantos sacros. Da música popular a música religiosa. E quem participou do evento pode entender o que significa a música para cada dos alunos.
Audicao-infomuc-1-1024x683 II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA


O resultado de um trabalho bem feito

Para Celivaldo Lira que é um dos fundadores do INFOMUC, esta audição mostra o resultado de um trabalho de um semestre inteiro, onde os professores e alunos se empenharam para fazer música de qualidade. E mostra também uma evolução com relação a primeira audição. Nesta, pudemos ver apresentações diversas com instrumentos diversos. A presença dos pais, a participação dos convidados e a entrega dos alunos foi o grande diferencial da audição. Para ele, eventos assim sempre motivam a perseverar no projeto e melhorá-lo, fazendo com que uma evolução e expertise aconteçam sempre.

Uma experiência incrível!

Audicao-infomuc-2-1024x683 II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA
Para Gabriel Esteves, aluno de canto do Infomuc, a audição foi maravilhosa pois foi a primeira vez em que ele se apresentou assim. Ele também disse que além da oportunidade de cantar, ele teve a possibilidade de ouvir outros alunos e ver o processo evolutivo de cada um deles. Outra aluna do curso de canto, Clara Menezes também afirmou que a audição foi incrível. Foi a primeira vez que ela cantou para um público fora da Igreja. Além disso ela pode constatar a sua evolução e crescimento, fruto do trabalho desenvolvido pela professora Kellyta Martins. 


Um sentimento de dever cumprido

Durante toda a audição, os professores ouviram diversos elogios e agradecimentos por parte dos pais e familiares dos alunos. Para a professora de canto e coordenadora de música do Infomuc, Kellyta Martins, a audição foi realmente fantástica, por que ela viu alunos que nunca se apresentaram em público mostrarem seu talento com muita desenvoltura e segurança. Para ela, a II Audição também foi importante por ver o aumento no corpo de professores presentes, de alunos se apresentando, da variedade de instrumentos e ritmos, e pela qualidade da apresentação dos alunos.
O Infomuc agradece a participação de todos os alunos e aos familiares e amigos que prestigiaram o evento. E já estamos pensando em outros eventos para os nossos alunos. 2019 promete e queremos contar com todos vocês! E se você deseja estar presente na próxima audição como aluno, escolha um curso e matricule-se hoje mesmo para trabalhar seu talento e marcar presença em todos os projetos futuros que o INFOMUC tem reservado para você. Acesse aqui para escolher seu curso e ganhar uma aula experimental gratuita!

CANTAR FAZ BEM. QUER SABER A RAZÃO? EU TE CONTO!

Cantar faz bem. Quer saber a razão? Eu te conto!
Cantar faz bem para o corpo, para a alma e para a mente. E serve qualquer ritmo: samba, ópera, sertanejo, rock, pagode, axé, bossa nova. O segredo é soltar a voz e sentir-se bem. Pegue carona nos programas de calouro e comece a cantar. É simples assim! Solte a voz e sinta os benefícios do canto na sua vida! Já falamos dos benefícios da música nosso blog aqui e aqui. Mas a música traz tanta coisa bacana que ainda temos muito para falar.

Comece deixando de lado a vergonha, escolha um lugar onde ninguém vai te atrapalhar, como o carro ou o chuveiro e  cante. Vai fazer um bem enorme a você! Duvida? Então confira alguns benefícios que o canto traz a sua vida.


Relaxar e aliviar a Ansiedade

A rotina anda tão cheia de tarefas que todo mundo vive ansioso, sob pressão. Mas a ansiedade faz com que o corpo fique, de forma desnecessária, em permanente estado de alerta – a adrenalina dispara e a reserva de ar nos pulmões aumenta. E isso só piora a angústia! Cantar nos obriga a colocar tudo para fora e relaxar.


Soltar as emoções presas e diminuir a timidez

Cantar é uma forma de expressão que mexe profundamente com as nossas emoções, porque a gente sente o que canta. E, quanto mais variadas as músicas, maior é a quantidade de sentimentos que deixamos aflorar. Além disso, é uma ótima terapia para os tímidos. Muitos artistas são tímidos na vida, mas, no palco, botam pra quebrar!


Turbinar a autoestima

Ninguém acha que canta bem, né? Isso acontece porque a voz que nós ouvimos é diferente da voz que os outros ouvem. Arriscar um refrão em alto e bom som, portanto, é uma maneira de parar de se preocupar com a opinião dos outros e apostar no próprio potencial sem medo de errar ou desafinar. É cantar para se sentir bem e pronto! Precisa algo mais?


Respirar corretamente

Quando a gente canta, é obrigada a respirar de forma mais profunda e controlada. E, naturalmente, repetimos isso ao longo do dia e respiramos melhor. De quebra, massageamos o diafragma, que se contrai ao inspirar e relaxa ao expirar e soltar o ar dos pulmões.


Melhorar a postura

Se a respiração é tão importante assim para o canto, não dá para cantar agachadinho ou encolhido, certo? Para arrasar no karaokê, tem que manter uma boa postura.
Agora se você deseja cantar bem, afinado e arrancar aplausos de todos que te ouvirem cantar. Venha estudar no INFOMUC. Nosso time de professores é graduado e especializado e vai ajudar você a cantar como um profissional. Veja como se matricular aqui.  Qualquer dúvida ligue (81) 3129-0307/98253-0458 (whats app) 

MÚSICA AJUDA PESSOAS COM DIFICULDADE DE MEMORIZAÇÃO

Música ajuda pessoas com dificuldade de memorização
Sabia que a música pode ajudar você que está com problemas de memorização? Estudos recentes revelam que estudar música pode ajudar na melhoria de memória e até aumentar o seu QI! Essa é a segunda postagem que falamos desse assunto. A primeira você lê aqui. No entanto, como as pesquisas não param de ser publicadas, queremos mostrar tudo que está acontecendo para você.
O laboratório Auditory Neuroscience  da Universidade Northwestern fez uma pesquisa interessante. Eles constataram que música estimula o seu cérebro e aumenta a sua capacidade de memorização. Isso ocorre porque tocar um instrumento e ler estão relacionados a um mesmo mecanismo neural e cognitivo. Aprender um instrumento potencializará a sua capacidade de memória.
Um estudo foi feito com 22 crianças de 3 a 4 anos de idade. Um grupo recebia aulas de piano e de canto. Outro grupo de 15 crianças não recebeu nenhum tipo de aula. Os dois grupos participavam dos mesmos tipos de atividades na pré-escola. O resultado mostrou que as crianças que tiveram aulas de piano semanalmente desenvolveram 34% mais as suas habilidades espaciais-temporais do que as outras. Não só isso, mas os pesquisadores disseram que os efeitos durariam no longo prazo.
De acordo com um artigo da revista online The Telegraph, “Nova pesquisa sugere que tocar um instrumento musical regularmente altera o formato e a potência do cérebro. Segundo o mesmo jornal, a música pode ser usada como uma terapia para melhorar as capacidades cognitivas.”


Um cérebro que funciona “diferente”

Existe cada vez mais evidência de que o cérebro dos músicos funciona diferente dos cérebros das outras pessoas. Sobretudo nas áreas responsáveis por processar e tocar música. Quando você aprende a tocar um instrumento musical, seu cérebro é muito estimulado. As partes que controlam suas habilidades motoras, de escuta, a de guardar informação musical e a memória se tornam maiores e mais ativas. Outros resultados mostram que tocar um instrumento musical aumenta o seu QI em 7 pontos.
Isso quer dizer que se você aprender a tocar violão, você também estará lutando contra a degeneração cerebelar a um médio e longo prazo. Sendo assim, você pode pensar na possibilidade de trocar as pílulas para estimular sua atividade cerebral por aulas de violãoteclado ou um instrumento da sua preferência.  Que tal?

MÚSICA PARA CRIANÇAS ANTES DOS SETE ANOS PODE AJUDAR EM SEU DESENVOLVIMENTO CEREBRAL

Música antes dos sete anos de idade ajuda no desenvolvimento cerebral
Aulas de música para crianças é possível a partir de quantos anos? Está é uma pergunta que muitos pais nos fazem. E a nossa resposta é categórica: quanto antes melhor! Recentemente uma pesquisa realizada na Universidade de Concórdia, no Canadá afirmou que o contato da criança com a música desde a primeira infância pode ajudar em seu desenvolvimento cerebral. Assim, pesquisa corrobora o que os professores e educadores musicais já diziam: Aulas de música para crianças é algo fantástico. Ainda mais agora que existe um estudo que sustenta essa informação. Segundo os dados, pessoas que começaram a estudar música antes dos 7 anos apresentam mais conexões neurais na idade adulta do que quem começou a estudar música depois dessa idade.
Para fazer a pesquisa, os cientistas montaram três grupos:
  • Grupo 1 – Músicos profissionais que começaram a tocar com menos de sete anos;
  • Grupo 2 – Músicos profissionais que começaram a tocar com mais de sete anos;
  • Grupo 3 – Pessoas que nunca aprenderam nenhum instrumento.
Usando aparelhos específicos, os pesquisadores mediram a resposta cerebral de cada um dos participantes. O objetivo era descobrir se existia algum tipo de conexão no cérebro que só poderia ser feita em determinada idade. Eles notaram que os adultos que haviam começado a estudar música mais cedo tinham mais conexões entre as áreas motoras do lado esquerdo e do lado direito do cérebro. Já aqueles que não eram músicos e os músicos que haviam começado seus estudos mais tarde, não havia diferença. Para os especialistas, isso confirmou a hipótese inicial. Vale lembrar que o estudo não estava avaliando a qualidade musical dos participantes, mas sim estudando sua estrutura cerebral.


O RESULTADO FAZ MUITO SENTIDO, AFIRMA ESPECIALISTA

Para o neuropediatra Mauro Muszkat, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), os resultados da pesquisa fazem muito sentido. O cérebro realmente tem os chamados “períodos sensíveis” e segundo o doutor, certas conexões só podem ser construídas nesses momentos. Isso acontece em relação não só com habilidades motoras, mas com a linguagem, audição e visão. Por isso vale muito a pena investir em aulas de música para crianças.
O estudo ainda está longe de terminar. Embora diversos estudos estejam em andamento, todos eles apontam para uma verdade: “Um dos motivos para que a música traga tantos benefícios à criança é que ela trabalha múltiplas habilidades, estimulando a parte motora, a audição, o raciocínio, as noções de proporção e ritmo, as emoções, a sensibilidade e, assim faz com que várias áreas do cérebro funcionem simultaneamente”.
Portanto se depois de ler sobre esse estudo você ainda tiver dúvidas, gostaríamos de fazer um convite para você: Traga seu filho para o INFOMUC para que ele faça uma aula experimental gratuita. E traga mesmo que ele não apresente desejos para aprender um instrumento específico (como piano, violino ou percussão). Aqui ele pode fazer aulas de musicalização infantil, para ter um contato mais direto com a música e começar a despertar sua atenção para ela. Nossos professores são especializados e farão com que seu filho seja introduzido no universo musical da melhor forma possível.