Infomuc, através do seu fundador Celivaldo Lira, traz Show de Adriana Arydes para a Festa de Nossa Senhora do Carmo no Recife

Adriana-ArYdes-1024x682 Infomuc, através do seu fundador Celivaldo Lira, traz Show de Adriana Arydes para a Festa de Nossa Senhora do Carmo no Recife

De 12 a 16 de julho, a Arquidiocese de Olinda e Recife celebra a Festa de Nossa Senhora do Carmo – padroeira do Recife. Serão cinco dias de festa com missas, procissão, exposição fotográfica e muitos shows. O Infomuc – Instituto de Fomento e Apoio da Música Católica – pela primeira vez, participará da festa trazendo para a festa o Show da cantora católica Adriana Arydes.

Embora o Infomuc esteja participando da Festa de Nossa Senhora do Carmo pela primeira vez, ele tem um trabalho reconhecido no que diz respeito a eventos envolvendo a música católica, como por exemplo do Festa Reaviva Recife, onde trouxe a Banda Rosa de Saron, Davison Silva e a própria Adriana Arydes. Além de grandes eventos, o Infomuc conta com uma Escola de Música e além de projetos sociais. Estes em breve começarão a acontecer em diversas comunidades do Recife.

Será um momento único e incrível! A comunidade da Arquidiocese de Olinda e Recife poderá cantar grandes sucessos como Qual é a chave e muitas outras canções.

O show da cantora acontece dia 13 de julho (sábado) a partir das 21 horas no Pátio do Carmo. A entrada é franca e todos estão convidados. Venha a viver um momento espetacular de música, fé, oração e consagração a Santíssima Virgem Maria.

Encerramento da Festa

O encerramento das atividades será na segunda feira – dia 16 de julho, Dia de Nossa Senhora do Carmo. A programação religiosa termina com Procissão com a Imagem da Padroeira e missa campal. O cardeal e arcebispo da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta será o celebrante. Após missa solene, a tradicional procissão seguirá pela avenidas Martins de Barros; Praça da República, Rua do Sol e avenidas Guararapes e Dantas Barreto, até chegar à Praça do Carmo.

Origem do Piano: Sua história e particularidades

Sabe qual é a origem do piano?

A origem do piano é creditada ao inventor italiano Bartolomeu Cristofori, por volta de 1700. Mas o que muita gente não sabe é que o piano surgiu a partir de um outro instrumento: o cravo. Se você gosta de conhecer a história dos instrumentos, vale a pena ler esse texto.

O cravo é um instrumento não muito conhecido nos dias de hoje, mas era bastante comum no século XVIII. Ele é parecido com o piano e quem vê de longe talvez ache que tudo é o mesmo instrumento.

Na verdade, a grande diferença está na caixa de ressonância. No cravo original as cordas musicais são “beliscadas” por bicos de penas. Já no piano, as cordas são tocadas por uma peça chamada martelo que se afasta das cordas depois de tocadas. Com isso, o piano emite sons suaves e fortes a depender da intensidade que o músico aperta a tecla. O cravo por sua vez não tem essa característica: todas as notas possuem a mesma intensidade.

cravo-1024x536 Origem do Piano: Sua história e particularidades
Cravo Alemão | Fonte: www.imagens.usp.br

Da origem do piano até os dias de hoje

Apesar da origem do piano ter sido creditada a Cristofori, o modelo criado por precisou ser muito aperfeiçoado. Em 1776, o francês Marius mostra à Academia das Ciências um instrumento similar. Já em 1721, o alemão Schroeter mostra também um instrumento bem parecido, sendo aperfeiçoado em seguida por Silbermann.

A partir de 1783 o instrumento sofreu uma grande evolução: A criação do o pedal surdina e o pedal direito. Outro avanço se deu em 1821, com o francês Sébastien Erhard, que tornou possível o toque de uma tecla repetidamente. Depois disso, o instrumento foi aperfeiçoado a ponto de se tornar já no século XX um dos instrumentos mais tocados no mundo.

Quase todos os pianos modernos possuem 88 teclas, enquanto os antigos possuíam 84. As brancas são as notas naturais (dó, ré, mi, fá, sol, lá e si). Já as teclas pretas representam os acidentes, como os sustenidos e os bemóis.

Os pedais do Piano

Todos os pianos possuem dois pedais (alguns três), com funções perfeitamente diferenciadas.

O mais importante é o pedal direito. Ele tem duas funções: levantar os abafadores para permitir que a corda continue vibrando independentemente da ação dos dedos sobre a tecla e gerar efeitos diferenciados no som. Isso acontece por que ao levantar os abafadores, ele libera a possibilidade da vibração espontânea das cordas correspondentes.

O pedal esquerdo tem por efeito atenuar, diminuir a quantidade e o brilho da sonoridade mediante uma operação.

O terceiro pedal (o do meio), é chamado de pedal sustenido. Foi uma inovação de Steinway, que consistia em isolar determinada nota ou grupo de notas (em geral nos graves), que ficam a soar enquanto sobre ela se podiam fazer ouvir harmonias que lhe eram estranhas, contudo, a inovação foi abandonada pelos fabricantes, com da Steinway.

Chanel Wang tocando Chopin Nocturne Nº 20 em Dó Menor

A primeiras partituras do piano

Da origem do piano até a sua afirmação quanto instrumento, foram necessários anos de estudo técnica e aperfeiçoamento. Até que isso de fato ocorresse, as músicas tocadas no piano eram as mesmas que eram tocadas no cravo. Até então o cravo era o instrumento mais conhecido. A mudança só começou a acontecer com Clementi. Foi ele quem fez a primeira música, transcrita em partitura, exclusivamente para o piano.

Depois disso vieram outras. As primeiras sonatas de Beethoven são já inteiramente pianísticas e a sua execução inviável ao cravo. Com Schumann, Chopin e Liszt o piano se consolidou nas obras desses compositores.

Até então o instrumento já tinha alcançado popularidade e por isso, os melhores compositores passaram a olhar o instrumento por outro ângulo, criando diversas peças para o instrumento e tornando este um dos principais instrumentos do planeta.

Valentina Lisitsa interpreta a Rapsódia Húngara Nº 2 de Liszt

Depois de ler sobre a origem do piano, ficou com vontade de estudar o instrumento?

Se você deseja aprender a tocar piano, queremos convidar você a conhecer a Escola de Música do Infomuc. Temos o curso de Piano Clássico e Piano Popular. Professores graduados e especializados para ensinar você a tocar este belíssimo instrumento.


Acesse:

Instituicional: https://infomuc.com.br 
Escola de Música: https://escola-de-musica.infomuc.com.br 
Produção Musical: https://producao-musical.infomuc.com.br

Estamos no facebook: https://www.facebook.com/INFOMUCOFICIAL 
Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/infomucoficial
Se inscreva em nosso canal do Youtube: http://bit.ly/YOUTUBEINFOMUC

Unhas: Como e por que um violonista deve cuidar delas?

unhas-violão-1024x682 Unhas: Como e por que um violonista deve cuidar delas?

As unhas são essenciais para quem deseja aprender a tocar violão, por isso o violonista precisa além de cuidar do seu instrumento, cuidar também das suas unhas. Elas são importantíssimas para o seu desenvolvimento com o instrumento e nesse texto nós vamos te explicar a razão disso.

Um violinista tem o arco para atacar as cordas. Um percussionista usa baquetas para atacar a bateria. Por sua vez o violonista (músico que toca violão) diversas possibilidades: dedos, unhas, palhetas e a combinação dedo e unha. A técnica de palheta, mais utilizada por guitarristas também tem sido efetuada pelos violonistas, no entanto, as técnicas para violão mais utilizadas são as técnicas com a unha, o dedo e a combinação dedo-unha.

O violonista Francisco Tárrega em seus estudos sugere que para o violonista clássico a melhor técnica a ser desenvolvida é a técnica exclusivamente do ataque com os dedos, mas essa técnica hoje conta com poucos adeptos. Atualmente, os professores de violão clássico e popular, utilizam as técnicas de unha e dedo-unha, fazendo com que seja fundamental o cuidado com elas afim de atingir os seus objetivos.

UTILIZANDO AS TÉCNICAS UNHA E DEDO-UNHA

Para deixar o texto mais claro, antes de falar sobre o cuidado com as unhas, é importante explicar as técnicas de unha e dedo-unha. A técnica de unha, sugere que o violonista ataque as cordas do violão exclusivamente usando as unhas. Com isso, o som produzido será mais metálico, semelhante ao som de uma palheta. Já a técnica dedo-unha, sugere que o violonista toque nas cordas utilizando parte do dedo e parte da unha. Então para você entender (levando em consideração que o músico é destro):

  • Para a técnica de dedo – Unhas curtas na mão direita
  • E para técnica de unha – Unhas grandes na mão direita
  • Já a técnica dedo-unha – Unha tamanho moderado na mão direita

O formato ideal da unha para violonistas no caso do uso da unha, é que ela acompanhe o formato do seu dedo. As unhas quadradas ou muito pontudas, prejudicam a sua performance, pois “agarram” a corda, prendendo seu dedo e diminuindo seu tempo de ataque.

Já no que se trata da mão esquerda, que a mão do braço do violão, as unhas devem ser curtas. Lembrando que caso o violonista seja canhoto e toque o violão de forma contrária, inverte-se a recomendação para as mãos.

CUIDADOS COM AS UNHAS

Existem alguns cuidados interessantes que o violonista precisa ter quando o assunto é unha. Segue um breve checklist:

  • Ter o seu próprio Kit Unha e andar com ele sempre que for tocar. Este kit é composto de: lixa de unha comum (tirar o excesso), lixa d’agua nº 400 (para tirar a rebarba que fica debaixo da unha), lixa d’agua nº600 (para dar o polimento);
  • Nunca deixar a unha quebrada por muito tempo;
  • Em caso de unhas fracas, procurar um dermatologista.

TENHO UNHAS FRACAS QUE QUEBRAM SEMPRE

Existem alguns fatores que fazem a unha ser fraca e quebradiça. Em alguns casos podem ser sintomas de algo bem mais grave. Abaixo listamos alguns:

  • Hipotireoidismo e Hipertireoidismo
  • Anemia
  • Deficiências Nutricionais
  • Doenças dermatológicas
  • Excesso de contato com produtos de limpeza
  • Uso excessivo de acetona
  • Roer unhas

Existem também alguns medicamentos que podem ser usados para fortalecer as unhas. Alguns deles você pode usar sem a prescrição médica, mas lembrando que é o dermatologista o mais indicado para verificar os sintomas e prescrever uma medicação.

  • Base para unhas fracas (consulte o dermatologista para que ele prescreva a melhor base para você usar. Algumas contém substâncias que podem fragilizar ainda mais suas unhas)
  • Remédio para unhas fracas – Um dos mais famosos remédios do tipo é o Pantogar. Ele contém uma série de minerais e vitaminas, como a queratina e o pantotenato de cálcio, que realmente ajudam a fortalecer a ponta das unhas. Outros medicamentos à base de biotina e silício orgânico também trazem ótimos resultados no tratamento da fragilidade.
  • Suplementos para unhas fracas
  • Produtos hidratantes

Agora que você já sabe como cuidar adequadamente das suas unhas, resta estudar e tocar bastante. Já pensou em estudar violão? Que tal conhecer o INFOMUC? Agende já sua visita e ganhe uma aula experimental gratuita! https://escola-de-musica.infomuc.com.br/index.html


Acesse:

Instituicional: https://infomuc.com.br 
Escola de Música: https://escola-de-musica.infomuc.com.br 
Produção Musical: https://producao-musical.infomuc.com.br

Estamos no facebook: https://www.facebook.com/INFOMUCOFICIAL 
Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/infomucoficial
Se inscreva em nosso canal do Youtube: http://bit.ly/YOUTUBEINFOMUC

Veja como foi a nossa Primeira Oficina de Técnica Vocal de 2019

Aconteceu no último dia 15 de janeiro uma Super Oficina de Técnica Vocal e Expressão Corporal, com a professora Kellyta Martins.

Aconteceu no último dia 15 de janeiro uma Super Oficina de Técnica Vocal e Expressão Corporal, com a professora Kellyta Martins. A oficina que contou com a participação da professora Gleyce Vieira e com o professor Caio de Marias. Estiveram presentes alunos de canto do INFOMUC e o público externo que se inscreveu para participar do evento. Foi uma manhã agradável e enriquecedora para todos os que estiveram presentes!

O INFOMUC aproveitou o período de janeiro para iniciar atividades como essa aqui no nosso Instituto. E já estamos nos programando para repetir a dose!

Participaram pessoas de todas idades: crianças, jovens, adultos e teve até participação da melhor idade. Todos os que estiveram presentes na Oficina de Técnica Vocal, aprenderam técnicas incríveis para cantar melhor, usando do seu corpo como ferramenta para melhorar a sua performance como exercícios corporais, de afinação, de postura, de apoio, de dicção, muitos exercícios diafragmáticos, além de técnicas de canto em grupo. E os alunos puderam em três horas de evento, trabalhar essas técnicas, e aplicando e forma prática na sua musicalidade.

A ideia é fazer com que os músicos de Recife adquiram um maior conhecimento técnico e que sejam estimulados a estudar música, buscando cada vez mais o domínio da sua musicalidade. E neste evento os professores do INFOMUC mostraram como é importante desenvolver técnicas para cantar cada vez melhor.

Oficina de Técnica Vocal foi bem avaliada pelos participantes

Os alunos aprovaram a iniciativa e já estão esperando por novas oficinas. Para eles, a Oficina de Técnica Vocal poderia ser repetida mais vezes para que todos pudessem trabalhar o seu dom. Se você deseja participar dos próximos eventos, fique ligado nas nossas redes sociais: todas as iniciativas serão mostradas em primeira mão por lá. Enquanto isso, confira os melhores momentos do evento:

Conheça nossos sites e redes sociais! Queremos muito ter você conosco. Acesse:

Instituicional: https://infomuc.com.br
Escola de Música: https://escola-de-musica.infomuc.com.br
Produção Musical: https://producao-musical.infomuc.com.br

Estamos no facebook: https://www.facebook.com/INFOMUCOFICIAL
Siga-nos no Instagram: https://www.instagram.com/infomucoficial
Se inscreva em nosso canal do Youtube: http://bit.ly/YOUTUBEINFOMUC

PROGRAMA NOVA ESPERANÇA REALIZA DOIS PROGRAMAS SOBRE A II AUDIÇÃO DO INFOMUC

Programa Nova Esperança

A TV Nova Nordeste traz em sua programação semanal o programa Nova Esperança – Apresentado pelo querido amigo Eduardo Amâncio. O programa é exibido pela manhã de segunda a sexta das 08h00 às 08h30. Ele aborda temas diversos como religião, cultura e atualidades, sempre trazendo informações importantes dentro do cenário da Arquidiocese de Olinda e Recife. No dia 08 de dezembro, eles estiveram presentes na II Audição do Infomuc e dedicaram dois programas sobre o evento. Fizemos um resumo dos programas e postamos aqui para você. Se você já viu, poderá rever e se você não viu, poderá assistir agora. Neles, nossos alunos mostraram todo o seu talento nestes dois programas, que claro, recomendamos!

Sobre a II Audição INFOMUC

Já havíamos mostrado como foi a nossa II Audição neste post, e também divulgado diversos vídeos em nosso Canal do Youtube, mas agora você confere este resumo de forma bem mais completa. Então pegue a pipoca e divirta-se com o show dos nossos alunos e com as entrevistas pra lá de divertidas do Eduardo Amâncio – O nosso “Comunicador Eclesiástico”, que entrevistou alunos, pais e professores. São dois programas muito legais que agora você encontra aqui no Blog do INFOMUC. Assista e se divirta com lindas canções interpretadas pelos nossos professores e alunos.

Primeiro Programa Nova Esperança – TV Nova | Exibido dia 14/12/2018 | Créditos TV Nova


Segundo Programa Nova Esperança – TV Nova | Exibido dia 17/12/2018 | Créditos TV Nova

Como assistir o programa Nova Esperança?

Se você está se perguntando onde e como assistir o Programa Nova Esperança, vamos dar a dica para você. Assista na TV Nova Nordeste de Segunda a Sexta, das 08h00 às 8h30 da manhã. E só lembrando: Se você deseja estudar música e se tornar um aluno do INFOMUC, entre em contato conosco e agende agora mesmo uma aula experimental gratuita. São mais de 20 cursos para você. Matricule-se já!

FÁBIO MARTIN TRAZ PARA RECIFE UM EXCLUSIVO WORKSHOP PARA BACKING VOCAL

Fabio Martin pela primeira vez em Recife traz workshop para backing vocals

Uma tarde cheia de canto, vozes e muita animação! Foi assim a tarde do dia 09 de dezembro aqui no auditório do INFOMUC. Aconteceu pela primeira vez em Recife o Workshop Vocal que teve a participação do músico Fábio Martin. O evento aconteceu para um público VIP muito empolgado, formado por alunos de canto do INFOMUC e com músicos que se inscreveram através do nosso site.

Fábio, que já está na estrada há muito tempo, é evangélico. Mas já realizou trabalhos com diversos cantores católicos como Padre Fábio de Melo, Celina Borges, Davison Silva, entre outros. Atualmente ele faz parte da banda oficial da Cantora Adriana Arydes. Além disso, faz um trabalho solo, tendo inclusive gravado um projeto recente, que está disponível nas plataformas do Deezer e do Spotify.  

No Workshop, Fábio Martin trouxe dicas importantes para quem deseja conhecer o ofício de Backing Vocal. Ele explicou que a função de Backing Vocal é dar suporte ao cantor. Por isso, quem deseja fazer o trabalho de back, precisa estar atento a muitos detalhes. Dai a importância de trabalhar diversos aspectos como afinação, dicção, respiração, apoio, impostação, cuidados com a voz e sobretudo o cuidado falar unir a sua voz a dos outros músicos do coro ao ponto de soar como se fosse uma única voz. Foi uma tarde cheia de aprendizado para os músicos que compareceram ao evento.

Além disso ele mostrou aos participantes a importância da harmonia, dos timbres e da prática de conjunto. Para fechar a aula, ele realizou diversos exercícios e dinâmica com os participantes, tendo como ápice a prática de coro e o trabalho de “abertura de vozes”. Os participantes ficaram encantados com o evento, pois foi uma forma nova de abordar o assunto.

Ao término do Workshop, Fábio Martin fez um pocket show. Cantou músicas de alguns dos cantores católicos com os quais ele trabalhou.Foi um momento de aprendizado, música e muito louvor!

fabio-martin-infomuc2-1-1024x683 FÁBIO MARTIN TRAZ PARA RECIFE UM EXCLUSIVO WORKSHOP PARA BACKING VOCAL

II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA

Veja como foi a II Audição do Infomuc
Aconteceu no dia 08 de dezembro aqui no nosso auditório a II Audição para Alunos do INFOMUC. O evento contou com mais de vinte apresentações entre alunos e professores e foi um sucesso: Mais de 200 pessoas estiveram no local assistindo e aplaudindo nossos alunos. A audição teve como objetivo mostrar aos amigos e familiares, tudo que os alunos aprenderam em seus respectivos cursos. 


Estilo e diversidade

O que marcou a nossa tarde foi a diversidade de ritmos e estilos. Os alunos apresentaram canções que variavam do clássico ao contemporâneo, das canções infantis aos cantos sacros. Da música popular a música religiosa. E quem participou do evento pode entender o que significa a música para cada dos alunos.
Audicao-infomuc-1-1024x683 II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA


O resultado de um trabalho bem feito

Para Celivaldo Lira que é um dos fundadores do INFOMUC, esta audição mostra o resultado de um trabalho de um semestre inteiro, onde os professores e alunos se empenharam para fazer música de qualidade. E mostra também uma evolução com relação a primeira audição. Nesta, pudemos ver apresentações diversas com instrumentos diversos. A presença dos pais, a participação dos convidados e a entrega dos alunos foi o grande diferencial da audição. Para ele, eventos assim sempre motivam a perseverar no projeto e melhorá-lo, fazendo com que uma evolução e expertise aconteçam sempre.

Uma experiência incrível!

Audicao-infomuc-2-1024x683 II AUDIÇÃO DO INFOMUC: UMA TARDE DE MÚSICA E ALEGRIA
Para Gabriel Esteves, aluno de canto do Infomuc, a audição foi maravilhosa pois foi a primeira vez em que ele se apresentou assim. Ele também disse que além da oportunidade de cantar, ele teve a possibilidade de ouvir outros alunos e ver o processo evolutivo de cada um deles. Outra aluna do curso de canto, Clara Menezes também afirmou que a audição foi incrível. Foi a primeira vez que ela cantou para um público fora da Igreja. Além disso ela pode constatar a sua evolução e crescimento, fruto do trabalho desenvolvido pela professora Kellyta Martins. 


Um sentimento de dever cumprido

Durante toda a audição, os professores ouviram diversos elogios e agradecimentos por parte dos pais e familiares dos alunos. Para a professora de canto e coordenadora de música do Infomuc, Kellyta Martins, a audição foi realmente fantástica, por que ela viu alunos que nunca se apresentaram em público mostrarem seu talento com muita desenvoltura e segurança. Para ela, a II Audição também foi importante por ver o aumento no corpo de professores presentes, de alunos se apresentando, da variedade de instrumentos e ritmos, e pela qualidade da apresentação dos alunos.
O Infomuc agradece a participação de todos os alunos e aos familiares e amigos que prestigiaram o evento. E já estamos pensando em outros eventos para os nossos alunos. 2019 promete e queremos contar com todos vocês! E se você deseja estar presente na próxima audição como aluno, escolha um curso e matricule-se hoje mesmo para trabalhar seu talento e marcar presença em todos os projetos futuros que o INFOMUC tem reservado para você. Acesse aqui para escolher seu curso e ganhar uma aula experimental gratuita!